top of page
  • Foto do escritorDa redação

Restrições da Covid-19 alteram formato das Convenções Partidárias

Este ano teremos uma campanha eleitoral atípica em quase toda a sua totalidade, começando pelas convenções partidárias. O que antes eram eventos marcados por festas onde o que valia era o grande público, hoje, por restrições impostas pelo Covid-19, serão encontros marcados pela internet.


Com as mudanças no calendário eleitoral provocadas pela aprovação da Emenda Constitucional 107/2020, o prazo para realização das convenções partidárias, que definirão os nomes dos candidatos à prefeitos e vereadores, começa no dia 31 de agosto e termina em 16 de setembro.

Em Salvador, onde o pleito recebe atenção especial das siglas, as movimentações para realização dos eventos começou. O DEM vai fazer no fim do prazo a convenção que vai apresentar a candidatura de Bruno Reis à prefeitura de Salvador. Segundo o presidente nacional do partido, ACM Neto, o partido trabalha com os dias 14 ou 15 de setembro para realizar o evento, que será virtual por causa da pandemia do novo coronavírus.


DEM de Luís Eduardo O DEM de Luís Eduardo Magalhães o também deverá fazer a sua convenção de forma virtual. Segundo Filipe Fernandes, presidente da legenda no Município, “é muito importante a gente dar o exemplo nesse momento. Seria muito bom fazer um evento nos moldes da eleição de 2016, mas a hora é de cuidar do outro. Decidimos fazer a nossa convenção de forma virtual e já estamos trabalhando nisso”.


A legenda irá apresentar o nome de Junior Marabá como candidato a prefeito, mas ainda não tem a data definida para o evento virtual. “Acreditamos que a convenção irá acontecer em data mais próxima ao dia 16 de setembro, final do prazo determinado por lei”, concluiu Filipe Fernandes, presidente do DEM de Luís Eduardo Magalhães.

Comments


bottom of page