• Da redação

Polícia Federal amanhece em Luís Eduardo Magalhães, em busca de fraudadores do auxílio emergencial.



Policiais federais deflagraram na manhã desta quinta-feira (8) uma operação contra fraudes no auxílio emergencial no Oeste baiano. Três mandados de busca e apreensão são cumpridos em Luís Eduardo Magalhães.


Segundo a Polícia Federal (PF), a apuração teve início em 2020 e é resultado da Estratégia Integrada contra as Fraudes ao Auxílio Emergencial (Eiafae).


Conforme a investigação, foi apurado que os investigados cadastraram no aplicativo Caixa Tem pelo menos de 45 contas em nome de terceiros para recebimento do Auxílio Emergencial de forma fraudulenta.


Em seguida, diz a ação, eles transferiam imediatamente os valores depositados para contas vinculadas ao grupo e também por meio da emissão de boletos bancários emitidos pelos próprios suspeitos, resultando num prejuízo superior a 27 mil reais.


Além da PF, participam da ação o Ministério Público Federal (MPF) o Ministério da Cidadania (MCid), a CAIXA, a Receita Federal (RF), a Controladoria Geral da União (CGU) e o Tribunal de Contas da União (TCU).


A PF informou que o objetivo da operação é racionalizar os procedimentos de apuração criminal sobre a temática, com foco na atuação de grupos, associações ou organizações criminosas e a desarticulação de fraudes estruturadas.


Os acusados vão responder pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica e associação criminosa.


Fonte: Jornal o Expresso

Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com