top of page
  • Foto do escritorDa redação

’Berimbau de Ouro’: contramestre luiseduardense, Galizé, conquista o Oscar da capoeira

Contramestre Galizé atua há mais de 30 anos com a capoeira no município


Valdir Nunes de Oliveira, conhecido como Contramestre Galizé, conquistou o Prêmio ‘Berimbau de Ouro’, considerado o Oscar da capoeira. A honraria é concedida como reconhecimento de excelência em serviços prestados na área cultural. Galizé, que é baiano de Coribe, vive em Luís Eduardo Magalhães desde 1999 e atua em diversos projetos voltados à capoeira no município.


Filiado à OBDC capoeira, ele também criou um projeto social, voltado ao ensino da arte, que funcionava em sua própria casa, no bairro Florais Léa. "A capoeira faz parte da minha vida, do meu respirar. Sem a capoeira eu não seria nada", disse.

A secretária de Cultura e Esportes do município o recebeu em seu gabinete e o parabenizou pela premiação.


“Ficamos muito felizes de saber que um luiseduardense conquistou uma premiação tão importante para o nosso município. Por esse motivo, fizemos questão de recebê-lo e parabenizá-lo pessoalmente pelas suas contribuições à capoeira em nossa cidade”, disse.


Sobre o prêmio


A 11ª premiação do ‘Berimbau de Ouro’ foi realizada no dia 23 de fevereiro, em Salvador. Criado em 2008, atualmente, o prêmio acontece anualmente e destaca não apenas personalidades da capoeira, como também outros importantes membros da comunidade ligados às manifestações culturais.


SECOM/PMLEM

Comentários


bottom of page