• Da Redação

Quadrilhas se especializam em roubo de cobre nas fazendas do oeste da BA


Já são dez o número de casos de ataques a fazendas desde o mês de outubro entre Luís Eduardo e Roda Velha. O último aconteceu no último fim de semana, numa propriedade da zona rural de LEM. Os bandidos invadiram o local onde ficam as subestações de energia que bombeiam água para os pivôs centrais, lá destruíram três transformadores e arrancaram cabos de cobre causando um prejuízo de mais de 100 mil reais, além de paralisar o sistema de irrigação.


De acordo com os agricultores a prática tem sido comum no oeste baiano, haja vista que o cobre possui um alto valor de revenda em ferros velhos. "Num transformador é capaz de extrair até 200 quilos de cobre e eles conseguem vender de forma clandestina por 5, 6 reais o quilo" diz uma das vítimas.

A Polícia Civil instaurou inquérito para investigar os roubos.Uma perícia foi feita e produtores e funcionários estão sendo ouvidos.