• Agência do Rádio Mais

Brasileiro leva mais de um ano para conseguir emprego, aponta pesquisa


Segundo balanço, entre 2016 e 2017, a média de espera saltou de 12 para 14 meses


A cada ano, os brasileiros esperam mais tempo para conseguir um emprego. Uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) revelou que em um ano, entre 2016 e 2017, a média de espera saltou de 12 para 14 meses.


De acordo com o balanço, mulheres com média de idade de 34 anos representam 59% das pessoas que mais têm dificuldade de se recolocar no mercado de trabalho. Já as que têm o ensino médio completo, representam 54%.


A lista é completada com a população que pertence às classes C, D e E (95%) e por quem tem filho, em sua maioria menor de idade (58%).


O estudo mostra ainda que, entre os que já tiveram um emprego, 34% trabalhavam no segmento de serviços, enquanto 33% atuavam no setor de comércio e 14% na indústria.


Segundo a pesquisa, em 2017, 6 em cada 10 desocupados (61%), estão dispostos a receber um salário menor do que recebiam anteriormente. O resultado mostra uma queda no índice em relação ao ano anterior, quando a taxa era de 68%.