• Ascom SSP/BA

Disque Denúncia completa 12 anos com recorde de chamadas


Desde 2005, ano de lançamento, a ferramenta é o elo entre as forças de segurança pública e população baiana.


Com mais de um milhão de ligações atendidas, o Disque Denúncia da Secretaria da Segurança Pública da Bahia completa, nesta quinta-feira (14), o 12º aniversário. A ferramenta, que existe desde dezembro de 2005, tornou-se um elo seguro entre o cidadão baiano e as forças de segurança, e atende a uma média de 10 mil chamadas por mês através do (71) 3235-000 (para capital e Região Metropolitana de Salvador) e 181 (interior do estado).


Só até novembro de 2017 foram atendidas 115 mil ligações, média de 10.500 ao mês. O número tornou-se ainda mais expressivo após a criação, em 2011, do 'Baralho do Crime' – instrumento que apresenta o rosto dos criminosos mais perigosos do estado para estimular a participação popular na procura. Com a ajuda do cidadão já foram capturados 91 traficantes, homicidas e ladrões.


Este ano foram localizados 29 bandidos exibidos na ferramenta como Artur Arlindo Barbosa Pacheco, 'Arturzinho', 25 anos, 'Oito de Espadas', que era investigado por diversos homicídios, comercialização de entorpecentes e divulgação de boatos para provocar medo nos moradores de Ondina, bairro de Salvador, preso este mês.


Além da contribuição com a análise do baralho, o cidadão também pode utilizar o Disque-Denúncia para relatar informações sobre o tráfico de drogas, posse ilegal de armamento, homicídios, assaltos, sequestros, violência ou abuso de qualquer tipo, localização de pessoa dada desaparecida, entre outros. Qualquer atitude suspeita pode ser transmitida à polícia através da da central telefônica.


O serviço funciona de segunda a domingo, das 7 às 22 horas, e as queixas podem ser acompanhadas pelo cidadão por meio do número de protocolo recebido na ocasião da primeira manifestação. “As informações são utilizadas por forças estaduais e federais e, muito importantes para melhorar, cada vez mais, a segurança no nosso estado, nosso lar”, reforçou o secretário da SSP, Maurício Teles Barbosa.


Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com