top of page
  • Foto do escritorDa redação

LEM foi a 3° cidade da Bahia que mais arrecadou para o FMDCA

Parte do montante captado foi distribuído através de edital para cinco instituições do município

Luís Eduardo Magalhães foi a terceira cidade da Bahia que mais arrecadou para o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente (FMCA), no ano de 2022, com um total de R$ 438.152,90 (quatrocentos e trinta e oito mil, cento e cinquenta e dois reais e noventa centavos), ficando atrás apenas de Salvador e Simões Filho, na região metropolitana. Parte do montante captado, R$ 100 mil, pode ser distribuído, através de edital, para cinco entidades que atuam na garantia da proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente. Em breve um novo edital será lançado para alcançar outras entidades.

A arrecadação recorde foi possível graças a campanha realizada pela Prefeitura do município, através da Secretaria Municipal de Cidadania, por meio do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA), que incentivou a doação de até 3% do Imposto de Renda para o Fundo da Infância e Adolescência (FIA).

Instituições Beneficiadas - Por meio da arrecadação, foram beneficiadas crianças e adolescentes atendidas em Luís Eduardo Magalhães, pelo Centro Espírita Lar de Amor Anjo Gabriel; Associação Desportiva e Cultural Santa Geração; Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE-LEM); Associação dos Moradores do Aracruz (AMA) e a Associação Beneficiente Cristã Mão Amiga.

Em 2023 esse valor pode ser maior - Em 2023 a expectativa é captar um valor ainda maior para ser destinado a projetos que garantam o direito de crianças e adolescentes. A campanha deve contar com o apoio dos Contadores do município, os profissionais que atuam na declaração do Imposto de Renda e que podem auxiliar e orientar seus clientes sobre a importância da doação.


Fonte:SECOM, prefeitura de LEM

Kommentare


bottom of page