Edições impressas
capa_496.jpg
Please reload

  • Facebook Basic Black
Siga Jornal Classe A

SLC Sementes promove reestruturação e fecha novas parcerias comerciais

 

A SLC Sementes, marca da SLC Agrícola, inicia 2020 com a divulgação de parcerias com as empresas Syngenta e Nidera. Duas novas variedades serão produzidas na próxima entressafra, de maio até agosto: a Syn 1687 IPRO, desenvolvida especialmente para o mercado do Nordeste brasileiro, e a Nidera 8383 RR, mais direcionada ao Mato Grosso, Tocantins e Bahia. Segundo o gerente de Vendas da SLC Sementes, Ricardo Oliveira, as novas cultivares são para comercialização em 2020 e plantio para a Safra 2020/2021.

Os dois produtos chegam para incrementar o portfólio da SLC Sementes e em setembro começam a ser entregues aos produtores rurais, de acordo com o gerente de Produção de Sementes, João Paulo Vanin. “Tratam-se de cultivares que se destacaram muito em nossas unidades, tanto no campo como em pesquisa, e que o próprio cliente está solicitando e confia em seus resultados, pelas características de rusticidade, defensividade, tecnologia Intacta, uso para refúgio e ciclo compatível com as regiões recomendadas”, afirma, acrescentando que cada variedade tem uma recomendação de plantio específica para alto rendimento. “Nosso portfólio é praticamente plantado em todas as regiões em que atuamos e o que determina isso é a adaptação de cada uma das variedades”, explica.

Já com a Brasmax, também parceira da SLC Sementes, foram lançadas recentemente neste ano duas novas cultivares. São elas a Brasmax Voraz IPRO e a Brasmax Domínio IPRO. Oliveira, informa ainda que foram acrescentadas as cultivares Ultra IPRO e Única IPRO, ambas da Brasmax e com alto potencial produtivo, “pensando sempre em oferecer um portfólio mais completo ao produtor”. O gerente de Vendas ressalta que a companhia continuará avançando em aumento da produção e fornecimento de produtos, realizando parcerias com as empresas que mais investem em genética do agronegócio.

A SLC Sementes também realizou reformulações para este ano, com a ampliação em cerca de 40% da equipe dedicada a esta área da SLC Agrícola com o objetivo de consolidar o produto e aumentar a participação neste segmento de mercado. Os processos para o cultivo das sementes foram aprimorados para entregar variedades de qualidade superior ao seu consumidor, melhorar a produtividade do cliente e fidelizá-lo. Com isso, a companhia planeja estar entre os principais players do mercado nacional em cinco anos.

Em 2015, a companhia começou o cultivo para uso próprio e, em 2018, realizou o primeiro teste de comercialização com sementes de soja, passando a investir em larga escala no ano passado. Conforme Vanin, a empresa busca compartilhar a expertise técnica que possui na produção e na gestão, não somente em relação ao campo, mas também nas melhores práticas administrativas. “Sempre recomendamos o que há de melhor no mercado, além de compartilharmos informações das nossas áreas de pesquisa”, destaca.

Para este ano, a SLC Sementes está trabalhando em novos sistemas de rastreabilidade da produção. “Dentro de todos os campos nos quais produzimos, prezamos pelo compromisso e a relação de confiança que o cliente tem nos nossos produtos, certificados ou licenciados. Todas as informações sobre qualidade dos lotes, testes de germinação, recomendação de plantio e índices de qualidade, por exemplo, estarão disponíveis em tempo real, por meio do uso da tecnologia de QR Code, nos lotes adquiridos

Vanin complementa que a empresa trabalha com campos de produção de alta fertilidade e potencial produtivo. “Focamos na Agricultura de Precisão, na escolha e seleção de campos utilizando plataformas de georreferenciamento para analisar uniformidade e homogeneidade, assim como no monitoramento de pragas e doenças em tempo real. Isso ajuda muito no resultado para sementes de alta qualidade”, indica, complementando que as sementes são armazenadas de forma refrigerada para que sejam mantidas em temperaturas adequadas até o envio dos lotes para o produtor rural. “Semente é um órgão vivo e precisa de temperatura e umidade adequadas para ter melhor performance germinativa”, salienta.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Parceiros

Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com