Dengue no cemitério: Moradores reclamam de focos do mosquito em LEM

March 14, 2019

 

 

 

Moradores do entorno do cemitério municipal de Luís Eduardo Magalhães tem reclamado do aumento da quantidade de mosquito Aedes Aegypti na região.

De acordo com os moradores o cemitério está em situação de abandono. São muitas sepulturas com recipientes que acumulam água, como vasos de flores, levadas pelos familiares dos falecidos.

No local não é difícil encontrar larvas do mosquito e como chove bastante nessa época do ano, o cemitério tem virado um criadouro do mosquito. A secretaria de saúde disponibiza apenas um agente pra combater os PE’s (pontos estratégicos) como borracharias, ferros velho e outros pontos.

O índice de infestação do mosquito em LEM é 4,3%, bem superior ao aceitável pelo Ministério da Saúde. Até o fim de fevereiro o número de notificações era de 249, sendo 120 confirmados.



 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Parceiros

Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com