Câmara aprova por unanimidade a criação da Empresa Simples de Crédito (ESC)

Micro e pequenas empresas terão maior acesso a crédito para alavancar seus negócios

 

 

A Câmara dos Deputados aprovou por unanimidade na última terça-feira (11) o Projeto de Lei Complementar (PLP) 420/14, que cria a figura da Empresa Simples de Credito (ESC), facilitando as operações de empréstimo e financiamento para microempreendedores individuais (MEI), microempresas e empresas de pequeno porte. A aprovação dos 357 deputados presentes resulta de ampla atuação do Sebrae e da Frente Parlamentar Mista da Micro e Pequena Empresa. A pauta segue para o Senado Federal e pode ser votada ainda nesta semana.

 

O superintendente do Sebrae Bahia, Jorge Khoury, acredita que o modelo de negócio será bastante positivo para o mercado local, especialmente pelo atual momento econômico do Brasil. "Será uma revolução que possibilitará a maior circulação de dinheiro dentro da comunidade. A ESC simplificará o acesso ao crédito", comemorou.

 

O relator do projeto, deputado Otavio Leite, comemorou a vitória e destacou que o Brasil finalmente vai ampliar os financiamentos para as MPE. “Trazemos ao Brasil a competitividade do século 21”. Como representante da Frente Parlamentar das MPE, o deputado federal Carlos Melles, dedicou a vitória ao Sebrae.

 

Agora, o projeto segue direto para o Senado Federal. O deputado Carlos Melles fez um apelo para que o projeto seja aprovado, já que é a terceira vez que a pauta segue para o Senado. No mesmo projeto também foi aprovado o Inova Simples, regime especial simplificado para as startups, que visa estimular a criação, formalização e desenvolvimento das empresas de inovação como indutores de avanços tecnológicos e de geração de emprego.

 

 

Empresa Simples de Crédito – ESC (plp 420/14)

 

O que é?

 

Pessoa Jurídica, constituída formalmente, sob a forma de empresa individual de responsabilidade limitada (EIRELI), empresário individual ou sociedade limitada, de atuação apenas no âmbito municipal, município-sede e municípios limítrofes, destinada a realizar operações de empréstimo, de financiamento e de desconto de títulos de crédito, exclusivamente com recursos próprios.

 

Qual o objetivo?

 

Facilitar as operações de empréstimos e financiamentos exclusivamente para microempreendedores individuais (MEI), microempresas e empresas de pequeno porte.

 

O objetivo é ampliar o acesso a crédito no Brasil que hoje restringe-se apenas às grandes instituições financeiras, bem como promover a redução dos juros e melhores condições de acesso a recursos.

 

Viabiliza que aquele que disponha de capital próprio para emprestar para pequenas empresas o faça de maneira formal e simplificada, com obediência a requisitos de transparência e compliance.

 

Como funciona?

 

Constituída exclusivamente por pessoas naturais, devendo o nome da sociedade conter a expressão “Empresa Simples de Crédito”;

 

A ESC deve ser tributada pelo Lucro Presumido ou Lucro Real e não pode ser optante do Simples Nacional;

 

A remuneração da ESC somente se dá através de juros remuneratórios;

 

A movimentação de recursos deve ser realizada exclusivamente mediante débito e crédito em contas de titularidade da ESC e do tomador do crédito;

 

A ESC deve registrar informações de adimplemento e inadimplemento de seus clientes;

 

A ESC deverá manter escrituração no Sistema Público de Escrituração Digital (SPED);

 

A Receita Bruta anual deve respeitar o limite de R$ 4,8 milhões da LC 123/2006;

 

Cada pessoa natural somente pode participar de uma ESC e não são permitidas filiais;

 

O âmbito de atuação é municipal (município sede e limítrofes);

 

Não é permitida captação de capital de terceiros e alavancagem. O valor total das operações não pode ser superior ao capital realizado.

 

 

Quais os próximos passos?

 

Projeto segue para votação no Senado. Sendo aprovado, segue para Sanção Presidencial.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Parceiros

Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com