Edições impressas
capa_496.jpg
Please reload

  • Facebook Basic Black
Siga Jornal Classe A

Confira dicas para usar aplicativos de bancos com segurança

November 12, 2018

Smartphones são mais seguros que computadores, mas exigem alguns cuidados

 

 

Aplicativos de bancos são práticos e funcionais. Permitem realizar diversas tarefas, como transferências, pagamentos, investimentos, entre outros recursos. Embora sejam mais seguros do que o internet banking - por não armazenarem dados e pelo fato de os smartphones não se infectarem com vírus com tanta facilidade -, é necessário tomar alguns cuidados. Um estudo feito pela NowSecure e pela Accenture descobriu que 10% dos aplicativos bancários em funcionamento no Android tinham problemas de segurança de nível médio, enquanto esse número era de 4% no iOS, sistema operacional utilizado no iPhone.

 

Abaixo, confira algumas dicas para você evitar problemas com serviços bancários e proteger corretamente a sua conta.

 

1 - Use conexão segura

Ao acessar um aplicativo de banco, prefira sempre utilizar redes seguras. Mesmo o wi-fi da sua casa pode estar vulnerável. No caso de conexões públicas, como de cafés ou restaurantes, o risco é ainda maior. Portanto, a recomendação é, se possível, usar a conexão 3G/4G ou um wi-fi seguro para checar e manipular os seus dados bancários.

 

2 - Ative a verificação em duas etapas

Muitos serviços, como os de e-mail, fornecem uma camada maior de segurança para o usuário, chamada de verificação em duas etapas. Nesse caso, geralmente a pessoa precisa, além de colocar a senha, digitar algum código emitido pelo serviço e enviado para um celular, por exemplo. Nos aplicativos de banco, essa prática tem se tornado cada vez mais comum. Antes de realizar alguma ação envolvendo dinheiro, os bancos exigem um token para validar a ação. Eles são emitidos pelo app ou enviados também por SMS. O código tem um tempo limite para expirar, a fim de aumentar ainda mais a segurança.

 

3 - Não armazene seus dados bancários no celular

Muitos usuários recorrem a fotografias da tela ou anotações no bloco de notas para salvar senhas de banco ou número do cartão. Uma ideia que pode parecer prática pode se tornar um pesadelo caso você seja roubado. O recomendado é ter um aplicativo seguro para armazenar dados sigilosos, como senhas de cartão. Para ter acesso a essas informações, esse tipo de aplicativo pede uma senha principal para evitar que dados sensíveis fiquem expostos para qualquer pessoa.

 

4 - Atualize o sistema e o aplicativo com frequência

Quando um sistema operacional disponibiliza uma nova atualização, além de ter novos recursos, ele geralmente inclui correções de falhas de segurança. O mesmo acontece com os aplicativos de banco, que constantemente fornecem novas versões para os usuários. Portanto, certifique-se de que você tem a última versão do sistema e dos apps para diminuir ainda mais a probabilidade de sofrer algum ataque cibernético. Uma boa dica é ativar o recurso de atualizações automáticas.

 

5 - Utilize antivírus

Apesar de os smartphones serem mais seguros do que os computadores, é uma boa dica ter aplicativos de antivírus no celular. Eles podem fazer verificações em tempo real no sistema e em alguns aplicativos para te prevenir de potenciais ataques. Outra opção para quem precisa utilizar um wi-fi público é fazer uso de uma VPN, um serviço de rede virtual privada que mascara a conexão e diminui o risco de ataque. Existem versões pagas e gratuitas, e você pode escolher a que considera mais segura e própria para o seu perfil.

 

 

-- 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Parceiros

Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com