Moradores dos bairros Jardim Alvorada e Vale do Amanhecer reclamam da interdição na via de acesso

 

Após quase dois meses da interdição da Avenida ACM,  única via de acesso aos bairros, Jardim Alvorada e Vale do Amanhecer, os moradores reclamam e com razão de nada ter sido feito para devolver essa alternativa mais viável para chegar ao bairro. Hoje eles precisam fazer um outro trajeto de quase 2 km para saírem do bairro.

 

Entenda o caso:

Após a chuva do dia 10 de fevereiro, o Prefeito Oziel Oliveira, decidiu tomar algumas atitudes drásticas e arrancou parte da Av. ACM, local onde passavam manilhas para escoamento do acumulo de água. Na conclusão de profissionais da prefeitura e do próprio prefeito, essas manilhas eram insuficientes para dar vasão a toda água acumulada no Rio dos Cachorros. No mesmo episódio, várias casas foram condenadas no Mimoso I e II pela Defesa Civil, o governador da Bahia, Rui Costa, veio a Luís Eduardo Magalhães pra verificar ‘in loco’, prometeu correr atrás para resolver o problema, mas até o momento nenhuma atitude foi tomada.

 

 

O Jornal Classe A foi ao local ver o motivo real das reclamações e ouviu alguns moradores. Para José Carlos, morador do Jardim Alvorada, a atitude do prefeito de interditar a via, só veio a prejudicar os moradores, “hoje tenho que fazer um percurso maior para ir ao trabalho, são quase 2 km, faço isso 4 vezes por dia, calcule quanto gasto há mais de gasolina. O valor há mais já dava para pagar a conta de luz”.

 

 

O cobrador de ônibus, Gilberto Ferreira, morador do Vale do Amanhecer desde 2012, diz nunca ter visto isso, “agora o problema ficou grave, vejo as famílias terem que andar a pé dois quilômetros a mais para saírem do bairro, não tem como passar por lá, espero que o prefeito tome uma atitude urgente”.

 

 

 

 

Carlos Alberto, micro empresário, morador há 3 anos do Vale do Amanhecer também não se conforma com o que foi feito, “O que aconteceu aqui, dificultou muito para levar as crianças na escola. As crianças também correm risco de cair dentro desse buraco criado pelo prefeito, eles não obedecem e ficam lá brincando na beira do barranco. Para piorar, a noite é muito escuro, estamos sem iluminação”, reclama.

 Enviamos solicitação para a assessoria de comunicação, mas até o presente momento não obtivemos resposta.

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Parceiros

Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com