top of page
  • Foto do escritorDa redação

Prefeito Junior Marabá concede áreas públicas para oito instituições em Luís Eduardo Magalhães

Todas as cessões terão contrapartida social para a população

 

O prefeito de Luís Eduardo Magalhães, Junior Marabá, sancionou nesta sexta-feira (05), projetos de lei que doam áreas públicas para oito instituições do município, que prestam importantes serviços à comunidade.  Com a doação dos terrenos, todas as entidades se comprometem a oferecer contrapartida social à população. 

 

“Todas as instituições são muito respeitadas e a partir de agora, todas poderão realizar a sua escritura para atender a população e os seus associados. Fico muito feliz enquanto prefeito, de proporcionar mais essa realização para a cidade”, comemorou Junior Marabá. 

 

Foram beneficiados a Associação dos Amigos dos Autistas de Luís Eduardo Magalhães (AMALEM); o Centro Espírita Lar de Amor Anjo Gabriel; a Associação Cultural Paixão de Cristo; a Associação Beneficente Cristã Mão Amiga; a Associação Cultural Nova Terra (ACNT), o Serviço Nacional do Comércio (SENAC); a Associação do Grupo Novo Paraná e a Diocese de Barreiras (Paróquia São José LEM).

 

Contrapartida social

O SENAC, que será construído no Tropical Ville, vai oferecer quatro cursos gratuitos, nos primeiros cinco anos de funcionamento. A Associação do Grupo Novo Paraná, que atende indiretamente cerca de 1800 pessoas, vai ficar com duas áreas no Jardim Paraíso, e a contrapartida ao município, será a construção de um grande estacionamento. 

 

A Paróquia São José vai construir um centro de convivência para atividades religiosas e artísticas, no bairro Santa Cruz. A Associação Beneficente Mão Amiga, vai dispensar a cobrança do pagamento da mensalidade das famílias em situação de vulnerabilidade. Já a Associação Paixão de Cristo, que reúne 40 pessoas de 10 a 40 anos, vai oferecer oficinas gratuitas de dança, teatro e música para a comunidade do Florais Léa III. 

 

O Centro Espírita Lar de Amor Anjo Gabriel, que atualmente atende 60 famílias carentes, com fornecimento de cestas básicas semanalmente, vai construir uma quadra poliesportiva para a comunidade do Florais Léa. A AMALEM, que atende 500 pessoas e oferece cerca de 1000 atendimentos, em parceria com a prefeitura, vai dispensar a cobrança de mensalidade dos associados nos primeiros dois anos de funcionamento. 

 

A Associação Cultural Nova Terra (ACNT), que atende adolescentes, jovens e idosos, com o programa mão estendida, se comprometeu a distribuir 100 cestas básicas anualmente, durante o período de cinco anos, para os moradores do Jardim das Oliveiras.


SECOM/PMLEM

Comments


bottom of page