• Da redação

Cirque du Soleil pode decretar falência com cancelamentos por coronavírus



O Cirque du Soleil pode fechar as portas. A empresa controladora do grupo artístico, Cirque du Soleil Entertainment Group, está cogitando pedir falência com o acúmulo de dívidas que ultrapassam os US$ 900 milhões.


A situação ocorre após o cancelamento de shows e espetáculos por causa do novo coronavírus.


De acordo com a Reuters, a companhia demitiu boa parte de seus funcionários em meio à crise econômica gerada pelos efeitos da pandemia de covid-19.


O número de demitidos, segundo a agência, passa de 4.500 colaboradores, o que representa 95% da força de trabalho da empresa. A companhia de circo não é a única afetada pelo novo coronavírus.

Centenas de shows, espetáculos e festivais foram cancelados em meio à pandemia da doença.


A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é para que sejam proibidas aglomerações e eventos com muitas pessoas.


Além dos espetáculos artísticos, eventos esportivos também foram cancelados.


Campeonatos de futebol do mundo inteiro estão suspensos e a Olimpíada de Tóquio foi adiada para 2021.


Fonte: Revista Exame





Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com