• ASCOM / AIBA

Produtores rurais inauguram Escolinha de Futebol na zona rural de São Desidério


Oferecer às crianças e adolescentes condições estruturais para a prática de atividades complementares, como esporte, lazer e atividades lúdicas, tem sido um dos maiores desafios da educação na atualidade. Essa problemática, amplamente debatida nos meios acadêmicos, motivou a aprovação, em 2019, no Edital do Fundo para o Desenvolvimento Sustentável e Integrado da Bahia (Fundesis), do projeto Escolinha de Futebol Jovens do Futuro, na comunidade de Almas, localidade com cerca de mil habitantes, situada a 30 quilômetros da sede do município de São Desidério.


Durante a inauguração da estrutura, que conta com um campo gramado para a prática do futebol, vestiários, banheiros e lanchonete, os representantes da Associação Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) participaram de uma improvisada e divertida partida de futebol com alguns dos jovens que farão uso do espaço. “Sabemos do impacto positivo desse projeto para essas crianças e suas famílias. Isso está estampado em cada rosto, cada sorriso. Com esse equipamento, o povoado inteiro se beneficia, pois passa a contar com um local para a realização de competições esportivas e eventos de outras naturezas”, afirma o produtor Hélio Hopp.


Para Ariel Zanella, que também contribui para o Fundo, o investimento no projeto é uma forma de retribuir aos moradores de Almas, que trabalham nas fazendas e contribuem com o desenvolvimento do agronegócio na região. O produtor ressaltou outros aspectos importantes. “Esse projeto exige que o jovem seja dedicado aos estudos para participar da Escolinha, e isso torna-se um incentivo para o crescimento intelectual dele”. Ele disse, ainda, que, pela qualidade da edificação, ele considera que o recurso foi muito bem investido.


Evânio Soares dos Santos, presidente da Associação dos Moradores e Pequenos Produtores Rurais de Almas, entidade responsável pelo projeto Jovens do Futuro, falou da parceria que permitiu a construção do centro de treinamento. “Para transformar em realidade um projeto como esse, precisamos encontrar pessoas que acreditem e que contribuam. O povoado de Almas encontrou nos produtores rurais essa mão amiga que tirou recursos do próprio bolso para investir no futuro da nossa juventude”, disse o mobilizador, em tom de agradecimento.


O superintendente do Instituto Aiba (Iaiba), Helmuth Kieckhofer, e a coordenadora do Fundesis, Makena Thomé, informaram que foram investidos R$ 25 mil na construção do CT, sendo R$ 20 mil provenientes das doações dos produtores rurais, e o restante representando a contrapartida dos idealizadores do projeto.


Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com