top of page
  • Reprodução

Nota de Repúdio - SINPROLEM


A Diretoria do SINPROLEM- Sindicato dos Professores de Luís Eduardo Magalhães, vem a público externar nosso repúdio as acusações que estão sendo compartilhadas nas redes sociais dos cargos de confiança da Gestão Municipal, que tentam de todas as formas denegrir a imagem do SINPROLEM e de sua diretoria, divulgando informações falsas a respeito de doações de cestas básicas financiadas por empresários, e de financiamento político de nossas ações.

O SINPROLEM é uma instituição séria que luta e defende os direitos dos trabalhadores em educação do município e jamais estaria envolvida com movimentos políticos partidários. Estamos buscando desde o ano passado resolução dos problemas enfrentados pela educação, fomos sempre atrás do diálogo, mas, as reivindicações ficaram apenas em promessas, e a GREVE foi a última forma encontrada para chamar a atenção da gestão municipal, quanto aos problemas enfrentados pelas nossas escolas.

Comunicamos ainda que, estão usando de má fé um ato de solidariedade ao próximo, pois, em visita realizada no bairro Sol do Cerrado, ficamos sabendo que uma ex-associada, professora contratada pelo município por muito tempo, foi demitida após finalizar sua licença maternidade, e estava com um bebê de 10 meses necessitando de ajuda, além dela seu esposo também encontra-se desempregado. Foi então que uma professora tomou a iniciativa de fazer uma pequena campanha de arrecadação de alimentos, leite e roupas para o bebê, em nossos grupos de WhatsApp, solicitando que os professores levassem as doações em nossa assembleia realizada na última sexta-feira, e entregamos na casa da professora no período da tarde.

Repudiamos esse tipo de atitude desumana dessas pessoas que levam a bajulação ao nível extremo. Pedimos respeito aos professores e a instituição representativa da categoria da educação. E informamos que serão tomadas todas as medidas cabíveis para que acusações como essas não se repitam.


Diretoria SINPROLEM


bottom of page