• Por Gervásio Lima, Jornalista e Historiador

Pega na mentira


É comum ouvir de pessoas com experiência de vida mais avançada, os antes chamados de ‘mais velhos’, que ‘se conhece o homem pelo arriar da mala’. Para concordar com o que quer dizer a frase não precisa está na melhor idade. O arriar da mala seria a primeira atitude do chegante, e a forma como este se comporta é a demonstração de sua primeira impressão para os que passam a conhecê-lo.


Não é aceitável que se faça um conceito antecipado (preconceito) daquilo ou daquele que não conhece. O achismo é uma gíria atribuída à “teoria” que é criada por alguém sobre algo com base unicamente nas suas opiniões e intenções, sem nenhum tipo de argumentação concreta ou justificativa. O achismo é praticado por pessoas que desconhecem a natureza de determinado assunto, mas que fazem questão de tentar explicar algo tendo em consideração apenas aquilo o que acham sobre o tema. Apesar de ser algo abominável é bastante comum se deparar com alguém com uma ‘opinião formada sobre tudo’, certo de que o que acha é a ‘verdade verdadeira’.


Para tentar tornar uma inverdade em verdade ou para reforçar tal maldade, o mentiroso utiliza das mais variáveis armas e munições, não medindo esforço para ludibriar os incautos. Não sabendo o mutreteiro que as conseqüências são as piores possíveis. Ao contrário do que aconteceu com o Pinóquio, personagem de ficção infantil, esculpido a partir de um tronco de uma árvore, que após inúmeras peripécias e mentiras foi perdoado pelo seu criador, o mentiroso de verdade, o de carne e osso, pode não ter a mesma sorte e ao invés de virar uma história, entrará para a história de maneira desastrosa.


O insensato acredita que está pregando sensatez, confundindo a si e aos que estão em sua volta; desequilibrado, suas atitudes revelam facilmente sua desfaçatez e mau-caratismo, características típicas de um falso profeta, aquele que se apresenta ao rebanho como ovelha verdadeira, aquele que parece ser quem não é, que mantém uma capa, uma máscara de piedade, mas por dentro é um lobo voraz que se aproxima das ovelhas pra devorá-las e não para servi-las, mas para se servir delas. Ou seja, o falso profeta é quem não carrega a bandeira da verdade.


“... Sônia braga é feia, não é boa

Já não morre peixe, na Lagoa

Passa todo mundo no vestibular

O amor vai se acabar

Carnaval agora é um dia só

Sem censura e guaraná em pó

Pega na mentira, pega na mentira...” - Erasmo Carlos - Pega na mentira.


Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com