• Da Redação

Moradores acampam e fecham lixão em Luís Eduardo Magalhães


Um grupo de manifestantes fechou na manhã de hoje (29) o lixão de Luís Eduardo Magalhães. Os moradores do entorno do local reclamam do mau-cheiro, os recorrentes incêndios e os animais peçonhentos que vem do lixão.

Com faixas, cartazes e até camisas com a frase #foralixão os moradores montaram acampamento e com pneus fecharam a entrada principal onde caminhões e outros veículos tinham acesso ao lixão pra fazer o descarte de materiais. Numa das frases estampadas nas faixas de protesto, os moradores pedem o cumprimento da lei 12.305 de 2010, a qual determinou o fim dos lixões até agosto de 2014.

O lixão deve ser substituído por um aterro sanitário, que segundo a prefeitura já tem até uma área desapropriada, nas margens da BR 020. Entretanto uma ação de agricultores que produzem alimentos nas proximidades da área, a justiça impediu o início das obras no local. Até o momento nem a prefeitura, nem a secretaria do meio ambiente explicaram como será feito o descarte de lixo em LEM e qual o prazo para a desativação do lixão.

Para manter o acampamento os manifestantes contam com o apoio de comerciantes, que tem fornecido alimentos e infraestrutura para o movimento popular.


Posts recentes

Ver tudo

EDITAL DE LEILÃO RURAL

Jorge Ferlin Dale Nogari dos Santos, Leiloeiro Rural, nomeado pela Federação de Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia – FAEB, com carteira profissional de nº 003/2020, com endereço profissional na

Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com