• Bahia Notícias

Hábito de fumar cai em 36% no Brasil, Salvador é a capital com menos fumantes


Dados do Ministério da Saúde apontam que a frequência do consumo de tabaco entre os fumantes nas capitais brasileiras reduziu em 36% de 2006 a 2017.


Os números, divulgados na quarta-feira (30), mostram que a porcentagem de fumantes caiu de 15,7% em 2006 para 10,1% em 2017.


Se separarmos a quantidade de 2017 por gênero, a frequência de fumantes é maior entre o sexto masculino, representando 13,2%, enquanto entre o sexo feminino, a porcentagem cai para 7,5%.


Em análise feita a partir da faixa etária, a quantidade de fumantes é menor entre os adultos com 65 anos ou mais (7,3%). Entre os jovens de 18 a 24 anos esse número é 8,5%, enquanto os adultos de 35 a 44 anos ficam com 11,7%.


As duas últimas porcentagens aumentaram em relação ao ano anterior, quando foram registrados 7,4% e 10%, respectivamente.


A frequência do hábito de fumar é maior entre os adultos com menor escolaridade (13,2%), e cai para 7,4% entre aqueles com 12 anos ou mais.


Quanto as regiões, os dados do Ministério da Saúde mostraram que Salvador é a capital brasileira com a menor prevalência de fumantes (4,1%), enquanto Curitiba (15,6%), São Paulo (14,2%) e Porto Alegre (12,5%) são as capitais do país com maior número de fumantes.


A pesquisa foi feita por telefone nas 26 capitais e Distrito Federal e contou com 53.034 entrevistas.