• Da Redação / Jornal Classe A

Postos sobem preço e combustível vai se esgotando em LEM


A quinta-feira (24) foi de postos cheios de filas em Luis Eduardo Magalhães.


A greve dos caminhoneiros impactou diretamente o fornecimento de etanol, gasolina e diesel na cidade.


Mesmo com combustível nos reservatórios de Fornecedores, os postos não tem acesso pra receber.


Segundo um gerente de posto, os caminhoneiros barraram a saída de caminhões da Petrobahia e do Depósito da Ale.


Com isso a gasolina que há duas semanas custava abaixo de 4 reais, saltou até para 5,30 no local com o litro mais caro.


Mesmo diante dos preços até abusivos o consumidor saiu de casa disposto a encher o tanque. Muita gente foi garantir os últimos litros.


No Posto Fórmula 1, no Santa Cruz, pela manhã só haviam mil litros de combustível nas bombas.


No Posto Ale do Jardim Paraíso o óleo Diesel acabou ainda pela manhã.


Segundo informações extraoficiais outros postos já registram falta de combustível.