• Ascom SPRLEM

SPRLEM apresenta palestra no estande da CNA no 8º Fórum Mundial da Água


A presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães – SPRLEM, Carminha Missio, apresentou na terça-feira, 20, no estande da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil – CNA, no 8º Fórum Mundial da Água em Brasília a palestra: “Água um universo de desafios e oportunidades na produção de alimentos no Oeste da Bahia”.


Durante sua explanação, Carminha mostrou como os produtores rurais no Oeste da Bahia se dedicam investindo em tecnologias e conhecimentos para um bom manejo da atividade, se tornando referência na gestão de recursos hídricos. Destacou como as boas práticas, adotadas pelos produtores de sequeiro e irrigado, como plantio direto sobre palhada, terraceamento, microbacias, rotação de culturas entre outros exemplos, tem contribuído para a preservação ambiental e recarga do Aquífero Urucuia, segunda maior reserva de água subterrânea da América Latina.


“Temos uma área de 150 mil hectares irrigados e estamos em busca de novas tecnologias e embasamento técnico/científico para formar uma base de dados que permita planejar a expansão da área irrigada com segurança. Nós produzimos alimentos com competência, respeito ao meio ambiente e responsabilidade social’, enfatizou Carminha.


A região Oeste da Bahia está localizada, em grande parte, sobre o Aquífero Urucuia. Com o objetivo de conhecer e quantificar o potencial hídrico da região para irrigação, os Sindicatos dos Produtores Rurais incentivam e colaboram com a formação de um grupo de pesquisa composto pela Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia - AIBA e as Universidades Federais brasileiras e dos Estados Unidos, Secretaria de Meio Ambiente da Bahia, Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), Secretaria de Agricultura e Secretaria de Infraestrutura e Hídrica e Saneamento (SIHS).


Durante sua apresentação Carminha mostrou as águas do Oeste da Bahia através dos rios da região, destacando a qualidade das águas, a vazão dos rios, as veredas preservadas e ressaltando que, com a natureza preservada, toda população terá contemplação garantida.


“No Oeste da Bahia você pode congregar produção, essa transformação de água em alimento com alta tecnologia, preservando os recursos naturais. Assim, podemos nos orgulhar de criar ativos ambientais valiosos que devem ser reconhecidos como mérito dos produtores e que beneficiam toda sociedade. Precisamos garantir que a água esteja disponível para as futuras gerações assim como a temos hoje, ao mesmo tempo que podemos oportunizar a toda população opção de emprego, renda, conhecimento e melhoria da qualidade de vida. Usufruímos desse recurso natural sem deixar de cuidar de nossas águas. O resultado obtido é um trabalho de conhecimento, aperfeiçoamento e desenvolvimento dos produtores rurais da região”, destacou Carminha .


Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com