• Ascom Sindicato dos Produtores Rurais de L.E.M

Escolas da Zona Rural de Luís Eduardo Magalhães realizam culminância do Programa Despertar


O Programa Despertar tem o compromisso de formar cidadãos rurais conscientes, aptos a exercer a cidadania e a participar do processo de desenvolvimento mais próximo da sustentabilidade, tendo como objetivo promover a educação voltada para a responsabilidade social, em busca de alavancar mudança de valores, aliada a uma postura cidadã e socioambiental.


Com este propósito, o Sistema FAEB/SENAR, Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo Magalhães – SPRLEM, e Prefeitura Municipal de Luís Eduardo Magalhães, por meio da Secretaria de Educação, oferecem as escolas do campo do município, o Programa Despertar que atende aos alunos da Rede de Ensino da Zona Rural, do Infantil ao 9º ano do ensino fundamental, trabalhando a Educação Socioambiental com temas transversais: meio ambiente, ética, saúde, cidadania, pluralidade cultural. Assim, o Despertar forma crianças e jovens do meio rural, preparando-os para a vida e para o exercício da cidadania.


Com a culminância do programa Despertar foi realizado no período de 16 a 19 de outubro, apresentações dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos das cinco escolas da Rede de Ensino da Zona Rural do município: Escola São Francisco (Vila Buriti), Escola Ivanilde Cedro (Povoado Muriçoca), Escola São Paulo (Povoado Novo Paraná), Escola Henrique de Freitas (Assentamento Rio de Ondas – Vila 02) e Escola Fábio Johner (Povoado Bela Vista).


O evento foi prestigiado pela comunidade escolar, estudantes, professores e membros da comunidade do entorno da escola, onde todos puderam conhecer as atividades desenvolvidas pelos alunos de acordo com a realidade de cada lugar, seguindo as temáticas: Reaproveitamento de resíduos sólidos, culinária, alimentação saudável, destacando no programa as hortas escolares que tem o formato de canteiros circulares que é chamado de mandala e ao centro, um galinheiro. A horta em formato de mandala, economiza água, trabalha com a diversidade de mudas, aproveita melhor o espaço, usa fertilizantes apenas orgânicos e poupa o solo, esse trabalho tem sua produção agroecológica Integrada e Sustentável, e está sendo desenvolvido nas cinco escolas r urais do município.


Durante a culminância, os alunos expuseram seus projetos em estandes, apresentaram coreografia, poemas, cordel voltado para a sustentabilidade.


Para a coordenadora municipal do Programa Despertar, Edineia Soares, o projeto para as escolas do campo foi desenvolvido com base na realidade escolar de cada comunidade, e durante este período foram trabalhados, o reaproveitamento de resíduos sólidos, culinária, alimentação saudável. “O Programa Despertar teve grande importância, e todos trabalhavam em cima da proposta apresentada, contamos com o apoio das secretaria de Meio Ambiente e Agricultura e o apoio do Sindicato dos Produtores Rurais, trabalhamos cada dia em uma escola, oferecendo palestras, oficinas, encontros com os professores e coordenadores, tudo para que tenhamos um trabalho eficiente, de qualidade, que acrescente e contribua para o aprendizados de nossos alunos. Fiquei encantada com os resultados vistos durante e stes dias de culminância do programa”, falou Edineia.


Para o Vice-Presidente do SPRLEM, Aristeu Pellenz, que visitou a Escola Henrique de Freitas no Assentamento Rio de Ondas (Vila 2), o Projeto Despertar destaca um ponto muito importante, a alimentação, dando destaque a origem dos alimentos, desde o seu cultivo até chegar a mesa.


“O programa é excelente, esta educação, seja ela ambiental, social ou qualquer educação que se inicia com a criança é muito importante. No Programa Despertar vimos a importância da reciclagem e dos alimentos, de onde eles surgem, o tempo que leva para produção, hoje em dia, muitas crianças, mesmo morando na zona rural, acreditam que muitas coisas surgem do supermercado, e através do programa começaram a entender a importância do campo para alimentação. O projeto da horta escolar, é muito interessante, ver a professora explicar sobre a horta, o ciclo completo desde a caixa de compostagem, até os alimentos chegarem as nossas mesas, e retornando da mesa novamente para caixa de compostagem como resíduos, faz endo o ciclo completo, é um processo muito importante para o aprendizado das crianças, que vivenciam na prática o processo”, falou Aristeu.


Representando também o SPRLEM, o membro da Diretoria Executiva, Cícero Teixeira que esteve na Escola Fábio Johner no povoado da Bela Vista, falou da dedicação das pessoas em ralação ao Programa Despertar. “É maravilhoso ver todo este pessoal dedicado a este trabalho, vejo a escola, a secretaria de educação, as pessoas da comunidade bem envolvidas neste trabalho, tudo que vimos hoje aqui correspondeu nossas expectativas, um trabalho bem feito, com apoio total dos moradores. Nós do sindicato também não medimos esforços para visitar, e participar de eventos como esses, que só tem a agregar mais sobre o nosso trabalho, pois enxergamos nas comunidades a participação das pessoas, que estão preocupadas com o meio am biente, e principalmente com o futuro das crianças, isso é muito bom, pois nosso futuro está nas mãos de cada um deles. O trabalho muito bonito desenvolvido aqui, a comunidade da Bela Vista está de parabéns”, destacou Cícero.


Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com