• Da Redação / Jornal Classe A

Fiscais da prefeitura de LEM entram em greve


Os fiscais das secretarias de meio ambiente, segurança pública, agricultura e da vigilância sanitária entraram em greve nesta segunda-feira (14). A categoria reivindica o pagamento da gratificação por produtividade, segundo o sindicato dos servidores públicos municipais de Luís Eduardo Magalhães é garantido por lei.


A prefeitura teria deixado de pagar a GPROD desde fevereiro de 2017 e alega que a lei não contempla a categoria e sim fiscais da secretaria de planejamento. Os grevistas rebatem o argumento e ainda cita. Os decretos feitos pelo prefeito Humberto Santa Cruz que regulamenta o pagamento da gratificação, porém o secretário de administração e finanças Ricardo Knupp diz que o decreto não tem força de lei e por ir de encontro com o que prevê a lei não pode ser cumprido.


Uma nova lei já foi proposta e está na câmara de vereadores para ser votada. A greve afeta vários serviços como liberação alvarás, habite-se, licenças ambientais e atendimento a denúncias.