• Ascom SEI

Bahia criou 847 postos de trabalho em julho


Estado exibe registro positivo na sua série de julho após três anos


De acordo com as informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia – SEI, a Bahia criou 847 postos de trabalho com carteira assinada em julho de 2017. O resultado positivo é o primeiro após três anos de resultados negativos e decorre da diferença entre 45.302 admissões e 44.455 desligamentos.


Após eliminação líquida de 125 postos de trabalho (e de 8.207 e de 7.285 postos de trabalho nos anos imediatamente anteriores), a Bahia exibe registro positivo em sua série. O saldo de julho de 2017 se apresentou num patamar superior ao de junho, que foi de -1.290 postos de trabalho, sem as declarações fora do prazo.


Setorialmente, em julho, cinco segmentos contabilizaram saldos positivos: Serviços (+1.726 postos), Indústria de Transformação (+918 postos), Construção Civil (+590 postos), Administração Pública (+202 postos) e Extrativa Mineral (+62 postos). Por outro lado, os setores que desligaram trabalhadores celetistas foram: Comércio (-1.473 postos), Agropecuária (-1.057 postos) e Serviços Industriais de Utilidade Pública (-121 postos).


Análise regional – Em relação à geração líquida de postos de trabalho, a Bahia (+847 postos) ocupou a quarta posição dentre os estados nordestinos e a 13ª no Brasil em julho de 2017. Na Região Nordeste, além da Bahia (+847 postos), mais seis estados apresentaram desempenho positivo: Ceara (+1.871), Maranhão (+1.567 postos), Rio Grande do Norte (+963 postos), Paraíba (+809 postos), Pernambuco (+794 postos) e Piauí (+240 postos). Em contrapartida, Sergipe (-309 postos) e Alagoas (-141 postos) eliminaram posições celetistas.


Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com