• Ascom Embasa (UNB), Fotos: Lucas Rizzuto/Embasa

Embasa reconstrói trecho da rede para iniciar operação de esgoto em bairro de Luís Eduardo Magalhães


A Embasa finalizou no último final de semana a reconstrução do trecho da rede que vai possibilitar direcionar os esgotos domésticos do bairro Santa Cruz, em Luís Eduardo Magalhães, para a estação de tratamento. A tubulação foi danificada há cerca de dois anos pelas fortes chuvas que também destruíram parte do canal de drenagem em construção que ancoraria a estrutura do sistema de esgoto. A Embasa investiu R$ 77,127 mil, com recursos próprios, para implantar este novo trecho de rede, o que vai possibilitar a partir de agora, o início da operação do sistema de esgotamento sanitário no bairro. A previsão é que sejam atendidas com o serviço de coleta e esgoto cerca de dois mil novos imóveis de Luís Eduardo Magalhães.


Com a previsão da conclusão deste serviço, os técnicos da Embasa começaram as vistorias e a limpeza na rede de esgotamento sanitário do Santa Cruz para liberar a coleta dos esgotos domésticos pelos imóveis do bairro. Além de reconstruir o trecho da rede que passava pelo canal de drenagem, a Embasa também precisou investir mais R$ 700 mil para construir um novo interceptor do coletor da rede de esgoto, cuja obra foi concluída em junho.


Com a expectativa para o início da operação no Santa Cruz, a Embasa vem trabalhando também na execução dos ramais prediais (trecho da rede que liga o imóvel à rede coletora previamente instalada na rua) e das caixas de inspeção localizadas nas calçadas. A obra vai passar ao longo da semana nas ruas Lençóis, Porto Seguro, Santana, Itacaré e na Av. Ayrton Senna, Ibipitanga, Itabuna, Xique-Xique, Yitzhhak Rabin e Paulo Afonso. O trânsito será parcialmente fechado para as intervenções, que acontecem diariamente das 8h às 18h, sendo liberadas ao final do dia.


Investimentos - Para aumentar a cobertura em esgotamento sanitário em Luís Eduardo Magalhães, a Embasa vem investindo, com recursos próprios, R$ 4,3 milhões para interligar mais 4,2 mil imóveis ao sistema de esgotamento sanitário. No ano passado, 5,8 mil imóveis passaram a ter acesso à rede de esgoto depois de investidos R$ 4,6 mil para executar os ramais prediais e as caixas de inspeção, estruturas que possibilitam que os esgotos dos imóveis sejam coletados e levados para tratamento. Atualmente, 8,5 mil imóveis da sede municipal de Luís Eduardo Magalhães têm acesso à prestação do serviço de coleta e tratamento dos esgotos doméstico.


Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com