• Da Redação / Jornal Classe A

Oziel Oliveira afirmou durante coletiva de imprensa que Humberto deixou dívida na prefeitura no valo


Na manhã desta sexta-feira, 13, o Prefeito de Luís Eduardo Magalhães, Oziel Oliveira, convocou a imprensa para uma coletiva para fazer um balanço das irregularidades encontradas até o momento por sua equipe de transição.

O prefeito disse que sua primeira ação foi fechar uma porta que dá acesso pelo fundo da prefeitura, segundo ele, era por ali que entrava as pessoas privilegiadas do governo e as “maracutais aconteciam”, além é claro de tirar um aluguel de um lote vazio que custava quase R$ 15 mil por mês.


“Quando cheguei aqui encontrei um caos, a transição foi inóspita, nunca me passaram um relatório, quando chove, funcionários tem que colocar uma lona para cobrir os computadores e equipamentos eletrônicos, do contrário teríamos prejuízos maiores. Encontramos nas gavetas, cheques preenchidos e alguns já descontados, sem assinatura do secretário responsável e sem comprovação de que o material foi utilizado. Só para pagamento de cópias, temos um cheque de R$ 44.000,00, que já foi descontado e sem comprovação”, declara Oziel.


Segundo Oziel, os valores do repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), em parte está sendo sequestrado para pagar parcelas de INSS que o Governo Humberto Santa Cruz deixou. “Os repasse do FPM são feitos sempre dia 10, 20 e 30, o do dia 10, já teve o valor de R$ 744.000,00 sequestrado pela União para pagar o parcelamento do INSS. Descobri que no total teremos que pagar R$ 25 milhões de débitos do INSS, mais R$ 5 milhões de 13º, valor que os contratados ganharam na justiça”, disse o prefNeito.


Dívida com financiamentos em bancos chegam a R$ 35 milhões. “Isso aqui era uma fábrica de corrupção, já estamos instaurando os procedimentos para realizar auditoria, e no tempo determinado por lei, apresentaremos os resultados”, sacramentou Oziel.

Outros assuntos

Oziel afirmou que dará atenção especial a Saúde e Educação. “Iremos abrir os postos que estão fechados desde o dia 15 de dezembro e colocaremos médicos para atender a população nos postos, no Gileno, na UPA e na Policlínica.”


Segurança

“Procurei o governador da Bahia, e ele já autorizou 8 agentes da Polícia Civil, inclusive uma agente do sexo feminino, 01 delegado, carros novos para CIAC e viatura para Polícia Militar, além do Corpo de Bombeiro”.


Infraestrutura

Oziel garante que a obra de asfaltamento do Jardim das Acácias irá continuar. “Nós iremos rever todos os contratos e veremos o que tem de irregularidades para corrigirmos e ampliarmos as ruas contempladas com asfaltamento. Já foi pago mais de R$ 1 milhão e tem mais R$ 2 milhões para serem liberados”. No total, o valor liberado foi de R$ 14 milhões para esta segunda fase da obra.


Energia Elétrica

Quando perguntado pelo Jornal Classe A sobre a péssima qualidade da energia elétrica e o que o Prefeito irá fazer para sanar este problema que já perdura mais de 16 anos em Luís Eduardo Magalhães, ele disse: “Quando chegue aqui já tínhamos este problema. Na época Solicitei a colocação de duas subestações e puxamos uma rede do Tocantins que atende o setor industrial, desta forma conseguimos resolver o problema momentâneo. Consegui atrair e instalar várias industrias na cidade quando fui prefeito. Agora vamos buscar um aumento de carga, já estamos tratando disso com o Governador e a Coelba, para melhorar a qualidade da energia”, finalizou.