• Araticum Comunicação

Estudantes de Administração usam lucros obtidos com empresas fictícias e compram cadeira de rodas


Durante todo um semestre a turma do 6º semestre de Administração da Fasb, foi desafiada pela proposta lançada pelo professor Jonas Carvalho, na disciplina de Desenvolvimento Gerencial. Os acadêmicos receberam a missão de administrar empresas fictícias, sempre multiplicando o capital inicial e, objetivando lucros e projeção da empresa. Uma série de atividades foi colocada para os estudantes que precisavam buscar ideias e estratégias assertivas para obterem lucros e resultados positivos.


E assim, eles cumpriram as etapas, teve rifas, vendas de alimentos, e outras atividades, sempre colocando em prática os saberes da administração adquiridos em sala de aula. “Teve dois desafios que a gente só conseguiu cobrir o capital inicial e isso, a muito custo”, revela o acadêmico Diego Ronie. Ele complementa, “isso foi importante para mostrar a realidade que uma empresa vive, com altos, baixos e os desafios de liderar”.


Desde o início ficou combinado entre os participantes que se conseguissem obter lucro, seria revertido em uma ação social. E, após contabilizar resultados, apesar de ter uma empresa vencedora, todos, juntaram os lucros e compraram uma cadeira de rodas que foi entregue ao Abrigo dos Idosos. A instituição atende 27 idosos e as doações ajudam na manutenção. “O abrigo não tem condições de sobreviver sem estas ajudas. Esses abraços é que nos permitem caminhar”, revelou a representante da instituição, Irmã Mariazinha, ao receber a doação.


“Qualquer um de nós pode tomar decisões. E esta atividade mostrou isso a nossos alunos, como é importante estar apto para tomar estas decisões, temos aqui um excelente resultado, que além de ensinar, teve um caráter solidário muito forte. Todos estão de parabéns”, disse o professor responsável pela atividade.


Para a coordenadora do curso de Administração, Joana Ramos, a proposta foi um bom exemplo de como uma aplicação da administração na prática deu certo. “O professor integrou teoria e prática e envolveu os acadêmicos, observando a importância das tomadas de decisões. As equipes concorreram entre si, mas no final, todos ganharam”, avaliou.


Os lucros resultantes renderam, além da aquisição da cadeira de rodas, renda extra que foi empregada na compra de uma quantidade de alimentos não perecíveis, também entregues ao Abrigo dos Idosos.


Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com