PREFEITURA DE LUÍS EDUARDO MAGALH...

Bahia passa a ter 42 municípios c...

Coronavírus: Brasil tem 201 morte...

Governadores do Nordeste cobram a...

Prefeitura revoga artigos de decr...

Rui anuncia novos leitos para Cov...

1/3
Please reload

Na manhã desta segunda-feira (26) quem precisou tirar nota fiscal ou mesmo pagar imposto na prefeitura deu de cara com um setor vazio e sem atendimento. Os assistentes administrativos do setor de tributos entraram em greve por tempo indeterminado por conta da retirada da GPRO, gratificação por produtividade. O valor era pago desde 2008 ainda no fim da gestão do segundo mandato do prefeito Oziel Oliveira. O mesmo revogou o decreto em janeiro deste ano, alegando que o antigo infringia uma lei municipal e retirou a gratificação dos servidores.

De acordo com Jackson Conceição a medida tem prejudicado os servidores."Eu mesmo tive que trancar a faculdade por conta dessa redução no salário, tem colegas que precisaram tirar filhos de escola particular e passam dificuldades financeiras" afirmou. De...

Please reload

clique e visualize a edição
capa_496.jpg
PATROCINADORES
gilson_sena_3.jpg

Parceiros

Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com