Empresa de energia investe R$1,6...

Vencedores da I Edição do Prêmio...

Bahia Farm Show 2020 é lançada na...

VAGAS DE EMPREGO PARA HOJE

Operação termina com seis prisões...

Roncar NÃO é normal

1/3
Please reload

A frequência das chuvas em Luís Eduardo Magalhães no início do mês de dezembro chama atenção, se no campo produtores comemoram, na cidade muita gente reclama da falta de infraestrutura.

Choveu em menos de duas semanas 219 milímetros na cidade, mais do que toda a média histórica para o mês de dezembro, que é de 200 mm. A explicação para o excesso de chuvas é uma frente estacionária que parou sobre o estado baiano.  Um fenômeno climatológico que resulta quando uma frente fria ou quente deixa de se mover.  

O lado bom é que com o bom regime de chuvas no mês a produção de grãos tem sido beneficiada. As lavouras de soja e milho estão em andamento. 

“A incidência da germinação foi muito uniforme e temos um padrão muito bom de lavoura pra esse período do ano. O milho não está totalmente finaliz...

Please reload

clique e visualize a edição
capa_496.jpg
PATROCINADORES

Parceiros

Jornal Classe A LTDA ME
Av. Tancredo Neves, 1016 - Aroldo da Cruz 
    CEP: 47850-000 / Luís Eduardo Magalhães-BA
 jornalclassea@yahoo.com.br
77 3639-0108 

© 2016 por "Pelo Mundo". Orgulhosamente criado com Wix.com